quinta-feira, 22 de maio de 2008

As Sementes

Na vasta terra fértil,
Lanças-te as sementes da vida,
Onde com cuidado e carinho
Duas plantas da terra brotaram.

Regas-te com prudência
As plantas semeadas,
Enquanto a terra
As suportava e protegia-as.

Todos os dias, o Semeador
Trabalhava para as plantas
Que depressa se transformaram
Em belas flores...

Com amor e gratidão,
Deram fruto de tanto esforço,
E aprenderam correctamente
O custo da vida dolorosa.

Tu, vasta terra, minha Mãe
Tu, Semeador, meu Pai
E tu, semente, minha Irmã
Merecem todos os meus sorrisos,
Todos os meus sóis,
E todo o meu coração e alma...

1 comentário:

Triguinha disse...

Andas muito semeadora! o.o
Parece um texto saído (quase) da Biblia!!

0.0